Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Anãozinho de Jardim

Livros e Desvarios

O Anãozinho de Jardim

Livros e Desvarios

Ora pois então, continuando em contagem decrescente até à Blizzcon, o que dizer de Medivh?... Bom, da última vez que estive em The Black Morass fiz-lhe uns gestos feios (ou melhor, a Sibila fez).

É/foi sem dúvida um mago poderoso e o último Guardião de Tirisfal. Por causa dele e do Gul'dan  (que abriram o Dark Portal), é que a Burning Legion começou a dar cabo de Azeroth e pelos vistos estavam com saudades porque vêm aí outra vez.

Tenho muita curiosidade em ver como este ator vai desempenhar o papel de Medivh.

Ora bem... o que dizer do Orgrim Doomhammer? Penso que será uma daquelas personagens que vamos adorar detestar por vários motivos (nos quais eu não irei entrar de momento... a não ser se me fizerem uma daquelas cenas à Peter Jackson que meteu os Elfos na Batalha de Helms Deep e ainda por cima mata o Haldir).

É verdade que sou da Horde e passo muito tempo em Ogrimmar mas, digamos que, a este não lhe emprestava o meu dragão para dar umas voltinhas... afinal sou uma blood elf não empresto o meu dragão a qualquer um e muito menos a um Orc.

O Warcraft não é somente um jogo. É um mundo de fantasia cheio de histórias que vale a pena ler.

A primeira trilogia chama-se War of the Ancients (A Guerra dos Antigos) e o 1º livro desta saga chama-se The Well of Eternity. É provável que que exista uma tradução em português mas, nesta breve pesquisa (para escrever este post), não encontrei nenhuma. No entanto, podem ficar com um "cheirinho" do livro seguindo o link abaixo.

Clicar aqui

Nome: Sibila Silverwing.
Facção: Horde.
Raça: Blood elf.
Classe: Mage.
Especialização: Frost/ Arcane.
Nível: Não digo. É um trabalho em progresso.

A Sibila nasceu em Silvermoon e teve uma infância bastante despreocupada até chegar ao Bulwark, o bastião dos Forsaken no combate à Scourge. Aqui, conheceu o Garush e a Hasana, ambos oficiais da facção Argent Dawn mas, mal sabia ela que ao decidir ajudá-los a sua vida ia dar uma grande reviravolta.

 Sempre que tinha oportunidade a Sibila ia ajudando a Argent Dawn. Identificava-se mais com a abordagem académica do combate à Scourge, do que com a abordagem fanática dos elementos da Scarlet Crusade. Na realidade, sempre que havia a possibilidade de eliminar elementos da Scarlet Crusade, a Sibila aproveitava pois não morria de amores por eles. E foi assim que conheceu o Comandante Eligor Dawnbringer.

Responsável por tentar manter o satus quo das relações entre a Argent Dawn e a Scarlet Crusade, Eligor Dawnbringer teve algumas dores de cabeça por Sibila insistir em obliterar soldados da Scarlet Crusade mesmo quando não era necessário. Mas, a Blood elf divertia-se com isso e não se preocupava grandemente com o que Dawnbringer pensava ou deixava de pensar. Assim como assim já era respeitada pela Argent Dawn. Isto durou até o conhecer pessoalmente em Stratholme.

Stratholme marca o ponto de viragem na vida da pequena Blood elf. Sibila apaixonou-se pelo Paladino, afiliado com a Brotherhood of the Light, e desde então o seu objetivo é alcançar o título de "Crusader" (mas primeiro tem de chegar ao título de "Argent Champion") tendo inclusive caído nas boas graças da Argent Crusade. Paralelamente, também deixou de dar tantas dores de cabeça ao Comandante, apesar de continuar a eliminar indivíduos da Scarlet Crusade... mas menos.



Pág. 1/2