Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Anãozinho de Jardim

Diário de Viagem da Li Li - Conto

10.09.18 | A Diva do Sofá

Conto_Wow_1.JPG

 

A vida é uma aventura.

 

Foi isso que o tio Chen me escreveu numa carta, um dia. É um conselho muito sábio, mas meu papai, Chon Po, não acha isso não. Ele diz que eu passo tempo demais sonhando com o mundo exterior, e que eu ignoro toda a beleza da Ilha Errante. Ele não poderia estar mais enganado... eu realmente amo minha terra natal.

 

E foi por isso que eu fiz este diário. Eu pensei assim, bem, se eu quiser me tornar uma grande exploradora como o tio Chen, eu preciso começar a escrever sobre minhas próprias aventuras, que nem ele faz. E por que não começar em casa? Talvez meu livro vá parar na Grande Biblioteca um dia, enfiada entre as cartas do tio Chen. Ah, melhor ainda, quem sabe no futuro o pessoal de Ventobravo, Orgrimmar ou outro lugar distante vai ler isto aqui e aprender sobre o meu povo, minha cultura e as coisas que fazem este lugar ser tão legal assim!

 

Mas vamos começar do começo. Eu nasci na Grande Tartaruga, Shen-zin Su, também conhecida como Ilha Errante. Hoje em dia, a maioria dos pandarens daqui só faz ficar sentado nos seus traseiros gordos, contando as mesmas historinhas velhas, mas não foi sempre assim. Nossos ancestrais tinham a aventura no sangue. Para eles, cada dia que passassem na ilha era mais uma chance de ver coisas novas e criar novas histórias!

 

Enquanto escrevo isto aqui, o tio Chen está honrando a nossa tradição em algum lugar do mundo, mas ele não é o único. A Trilha do Viajante também me chamou, mesmo aqui em casa, e finalmente chegou a hora de atender a esse chamado!

 

Meu nome é Li Li Malte do Trovão, e esta é a Ilha Errante. (....)

 

O resto continua aqui.